.

.

Parceiros

Parceiros
Click na imagem e acompanhe Hospital de Olhos Neusa Rocha no facebook

Alemã Fraport arremata aeroporto de Fortaleza por R$ 425 milhões

O POVO
O lance pelo aeroporto cearense foi o segundo maior, ficando atrás apenas do Aeroporto de Salvador, que teve arremate de R$ 660 milhões.
A empresa Fraport da Alemanha vence leilão do Aeroporto Internacional Pinto Martins pelo lance de R$ 425 milhões. O leilão aconteceu na manhã desta quinta-feira, 16, na sede da Bovespa, Bolsa de Valores de São Paulo. O lance pelo aeroporto cearense foi o segundo maior, ficando atrás apenas do Aeroporto de Salvador, que teve arremate de R$ 660 milhões.
Além de Fortaleza, a alemã Fraport AG venceu também o leilão do aeroporto de Porto Alegre, com um lance de R$ 290 milhões. A empresa é também um dos mais importantes centros de conexão de voos (hub) da Europa. Fundada em 1924 sob o nome Südwestdeutsche Luftverkehrs AG, operava inicialmente o aeroporto de Frankfurt (Alemanha). Em junho de 2001, foi listada na bolsa de valores.

Exigências

Dentre as exigências previstas no Plano de Exploração Aeroportuária (PEA) e no Plano de Transição de Gestão do Aeroporto (PTO) da Anac para a concessão do Aeroporto Pinto Martins estão melhorias imediatas como reforma dos banheiros e fraldários do aeroporto; revitalização e atualização das sinalizações de informação dentro e fora do Terminal de Passageiros (TPS); disponibilização de internet wi-fi gratuita de alta velocidade em todo o TPS; e melhoria do sistema de iluminação das vias de acesso de veículos aos terminais. Essas ações devem ser concluídas até o término da transição operacional do aeroporto.
Na primeira etapa, também está prevista a ampliação do terminal de passageiros e disponibilização do pátio de aeronaves com área para, pelo menos, 14 aeronaves código “C”, duas aeronaves código “D” e uma aeronave código “E”, dentre as quais, 12 pontes de embarque.
Em uma segunda etapa, a empresa vencedora deve fazer novas intervenções no terminal de passageiros para atingir o nível de serviço estabelecido para o aeroporto e disponibilizar pátio de aeronaves com área para, pelo menos, 16 aeronaves código “C”, duas aeronaves código “D” e três aeronaves código “E”, dentre as quais, 14 pontes de embarque. Até 31 de dezembro de 2020, ampliar a pista de pouso e decolagem 13/31 para um comprimento de, pelo menos, 2.755 metros.

Postar um comentário